Bauru - 18/08/2018 - 11h35

Criança de 3 anos é picada por escorpião

Redação/JCNet/Heitor Carvalho/Tisa Moraes
 
 
 
Uma criança de 3 anos foi picada por um escorpião, no bairro Santa Cândida, em Bauru, na manhã desta sexta-feira (17). A menina foi socorrida pelo Samu e levada para a UPA do Jardim Bela Vista, única unidade de saúde do município que mantém estoque do soro antiescorpiônico.
 
Depois de apresentar boa resposta ao antídoto, a criança foi encaminhada para UTI Pediátrica do Hospital Estadual. Segundo boletim médico emitido pela unidade, a paciente "deu entrada em bom estado geral, estável hemodinamicamente" e seguia em observação clínica até a noite dessa sexta.
 
Matéria publicada no mês passado pelo Jornal da Cidade, revelou que uma pessoa é atendida na cidade a cada dois dias vítima de picadas de escorpião. Entre janeiro de 2017 e meados de julho de 2018, foram registrados 226 atendimentos após acidentes com o artrópode.
 
Os números se referem aos casos contabilizados em 18 municípios da microrregião, que abrangem uma população de 730 mil habitantes, já que Bauru é referência para este tipo de tratamento.
 
Vulneráveis
As crianças, pelo porte pequeno, são as que apresentam mais complicações depois de serem picadas. Justamente por isso, são as que mais demandam aplicação do soro. Das 226 pessoas atendidas entre 2017 e 2018, 11 precisaram receber o antídoto, sendo 10 crianças.
 
No dia 10 de julho, Yasmin Lemos Campos, 4 anos, morreu depois de ser picada por um escorpião em Cabrália Paulista (45 quilômetros de Bauru). O acidente teria ocorrido pela manhã e o soro antiescorpiônico só foi aplicado à tarde, quando a menina finalmente chegou em Bauru.
Últimas notícias