Bauru - 03/12/2018 - 19h10

Maternidade Santa Isabel implanta programa de doulas voluntárias

Redação/Assessoria

 

 

 

A palavra “Doula” vem do grego “mulher que serve”. Nos dias de hoje, aplica-se às mulheres que dão suporte físico e emocional a outras mulheres, antes, durante e após o parto (Doulas.com.br). Considerando que a atuação das doulas é uma das estratégias de Humanização da assistência ao parto e nascimento prestada às mulheres assistidas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), a Maternidade Santa Isabel, unidade ligada à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES/SP) administrada pela Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp), implanta o Programa Doulas Voluntárias para que estas profissionais possam atuar na instituição.

“Iremos agregar o trabalho das doulas ao das equipes médicas e de enfermagem com o objetivo de melhorarmos ainda mais a qualidade da assistência no processo de humanização à parturiente e seu acompanhante”, explica a gerente de enfermagem da Maternidade e responsável pelo Programa, Andrea Carvalho.

Para isso, a Maternidade irá realizar o cadastro de mulheres interessadas em atuar como voluntárias e dará todo o suporte e orientações para elas desenvolverem seus trabalhos na MSI. “A previsão é de que o programa comece a funcionar em fevereiro de 2019”, completa.

Inscrições
As inscrições serão recebidas no período de 04 a 21 de dezembro pessoalmente, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, no setor de Recursos Humanos (entrada pela rua Júlio Maringoni, quadra 17 – entrada de funcionários ao lado do Instituto da Mama). Os requisitos para participar do programa são: ser mulher; idade a partir dos 18 anos; ter postura ética; ter sido capacitada em curso de formação de doulas; análise de currículo.

Os documentos necessários para o cadastro são: cópia do certificado de conclusão do curso de doulas; currículo, RG; CPF; atestado de saúde; carteira de vacinação completa ou termo de responsabilidade de recusa de vacinação; foto 3x4; antecedentes criminais. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (14) 3213-2800, ramal 310, com Adrieli Menezes.

A diretoria da Maternidade reforça que não haverá nenhum tipo de remuneração financeira e/ou vínculo empregatício das doulas voluntárias com a MSI.
Um manual do Programa foi elaborado pela Gerência de Enfermagem da instituição juntamente com o Núcleo de Ensino e Pesquisa (NEP) da Famesp para orientar o papel que será desempenhado pelas voluntárias, bem como os deveres e direitos das doulas na Maternidade.

Últimas notícias