Bauru - 12/02/2019 - 11h25

Fim de semana tem ao menos 3 ataques a mulheres em Bauru

JCNet
 
No último final de semana, foram registrados ao menos três casos de violência contra a mulher em Bauru. Nas três ocorrências, os ex e companheiro foram presos.
 
QUEBROU O NARIZ
Um homem de 23 anos foi preso em flagrante, na noite de sábado (9), após agredir e quebrar o nariz da esposa, durante uma confraternização entre familiares, na região do Alto Alegre.
 
A vítima precisou ser internada numa Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), também com ferimentos no rosto e na cabeça. Para a Polícia Militar, o agressor alegou que teve seu "ego masculino ferido" quando a esposa se recusou a dançar com um parente dele e, por isso, teria batido nela.
 
FACADAS
Um homem de 41 anos foi preso em flagrante no domingo (10), em Bauru, acusado de tentativa de feminicídio contra sua ex-companheira, uma balconista de 33 anos, e de tentativa de homicídio contra o homem que foi encontrado com ela na cama, um ajudante de pedreiro de 56 anos.
 
Ele foi detido pela Polícia Militar no quintal da casa todo ensanguentado. O fato ocorreu no Parque Primavera, região do Fortunato Rocha Lima, endereço da mulher.
 
Segundo o boletim de ocorrência (BO), o ajudante de pedreiro foi levado para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Bela Vista com lesões no pescoço, braços, perna, nádegas e no rosto. Já a mulher teve um corte superficial na cabeça.
 
SOCO INGLÊS
Um homem de 32 anos foi preso após ameaçar a ex-esposa com um soco inglês, na noite de domingo (10), no Núcleo Gasparini. Segundo o BO, ele parou sua motocicleta ao lado do carro da vítima com um soco inglês e passou a fazer ameaças, dizendo que queria conversar. Com medo, a mulher parou o carro no meio da rua para atrapalhar o trânsito e chamar a atenção, o que deu certo. Ela também afirmou à PM que o ex tinha uma arma de fogo, que teria adquirido para matá-la, e disse possuir medida protetiva contra ele.
 
Ao ser questionado sobre a arma, o homem negou a posse, mas acabou por admitir que tinha munições em sua residência, onde foram encontradas sete munições calibres .32, cinco de calibres .38, uma de calibre .45, duas de calibres 9mm e uma de calibre .762 (fuzil), que é de uso restrito. O acusado foi encaminhado ao plantão policial, onde recebeu voz de prisão por posse ilegal de munição e descumprimento de medida protetiva. Ele permanece à disposição da Justiça.

 

Últimas notícias