Bauru - 19/03/2019 - 14h25

Audiência Pública discute concessão de Iluminação Pública

Redação

A Câmara Municipal de Bauru recebe, desde o início de fevereiro, uma série de audiências públicas que discutem grandes concessões e parcerias público-privadas (PPPs) em Bauru.

Convocadas a pedido do vereador Sandro Bussola (PDT), as reuniões propõem debates sobre a destinação final do lixo, a responsabilidade sobre a gestão da iluminação pública e a área do aeródromo municipal.

Iluminação Pública
A gestão da iluminação pública de Bauru será tema da audiência desta quarta-feira (20/03). A reunião será às 15h.

A expectativa é de que a cidade possa modernizar sua estrutura de postes de iluminação e instalar novos pontos em locais onde hoje não existem, seja por meio de concessão ou PPP.

Na opinião de Sandro Bussola, a alteração na forma de cobrança da taxa de Contribuição de Iluminação Pública (CIP), aprovada pelos parlamentares no fim do ano passado, dá margem de investimentos para que a Prefeitura solucione os déficits da iluminação.

Destinação do lixo
A última audiência, marcada para 27 de março, discutirá a destinação final do lixo produzido em Bauru. Os vereadores consideram que o custeio do depósito de resíduos em aterro particular, instalado em Piratininga, tornou-se uma despesa onerosa para os cofres do município.

Vários modelos são discutidos. Um deles é a contratação de empresa privada, por meio de PPP ou concessão, que ficaria responsável pela destinação final do lixo. Outra possibilidade é a inclusão do serviço de coleta nesse contrato.

Segundo Sandro Bussola, uma terceira opção ainda é considerar a participação das cooperativas de reciclagem de lixo como parte desse acordo para a execução do serviço.

WhatsApp e Facebook
Os munícipes podem participar das audiências públicas na própria Câmara ou encaminhando perguntas, comentários ou sugestões pelo WhatsApp (14) 98119-5511 ou por mensagens no Facebook da TV Câmara Bauru (facebook/tvcamarabauru).

As contribuições são lidas e discutidas ao vivo. Para isso, é necessária identificação com nome completo e instituição que representa ou o bairro onde mora.

Mensagens anônimas, ofensivas, com conteúdo impróprio ou que não tenham relação com o tema em debate serão descartadas. Como há horários pré-estipulados para o início e o término das audiências, quando não houver tempo para a leitura de todas as perguntas e comentários, o material será direcionado aos órgãos pertinentes.

Últimas notícias