Bauru - 04/03/2019 - 10h35

Três escolas e cinco blocos desfilam no Sambódromo nesta segunda

Redação/JCNet
 
 
 
Os tamborins continuam a todo vapor no Sambódromo "Guilberto Carrijo", em Bauru. Após os desfiles de sábado (02/03), três escolas de samba e cinco blocos se preparam para cair no samba nesta segunda-feira (04/03), na última noite de desfiles do Carnaval 2019, inclusive, com estreia na avenida.
 
Fundado em junho de 2018, o bloco Dragões da Vila, da Vila Dutra, chega para o seu primeiro ano de desfile no Sambódromo e é quem abre a noite de desfiles hoje.
 
Com 130 componentes, o bloco estreante trará como enredo "Pelo ar e pela terra, um mergulho no Rio Batalha".
 
Em seguida, O Bloco Ouro Verde 100% Arte levará ao Sambódromo de Bauru a história da profissional de futebol feminino - a atleta gaúcha Maurine Dorneles Gonçalves com o enredo "Gauchinha Guerreira Inspiração do Povo: O Ouro Verde Te Exalta".
 
Já com uma temática do Candomblé Angola Bantu, o bloco Pérola Negra leva para a avenida o enredo "Matambá: a força da minha existência".
 
O bloco Esquadra da Indepa é o terceiro a entrar no Sambódromo e com o enredo "O Indepa na nobreza popular, coroando um reinado de 'mentira'".
 
Encerrando o Carnaval dos blocos no Sambódromo, o campeão de 2018, bloco Pé de Varsa, traz o Egito para Bauru com o enredo "Egito vai conquistar o seu coração entre mistérios e magias".
 
Escolas
A animação da passarela do samba continua por conta da Acadêmicos da Cartola. Em 2019, a escola do Vista Alegre deseja colorir a passarela do samba com o enredo "O Fantástico Mundo das Cores".
 
Ao todo, a Cartola pretende levar 750 componentes em 11 alas e quatro carros, no comando do carnavalesco José Horácio Gonçalves que, depois de dois anos, retoma os trabalhos junto à Acadêmico da Cartola, substituindo Claudio Goya.
 
Com o enredo "Nos ritmos da vida, a Coroa te convida a dançar nessa avenida", a Coroa Imperial da Grande Cidade é a segunda a entrar na avenida apresentando diversos estilos de dança, da capoeira ao baião, do frevo ao xaxado.
 
Com 400 foliões distribuídos em oito alas e quatro carros, a agremiação está na busca de uma boa colocação no Carnaval deste ano.
 
Para finalizar a noite de desfiles e fechar o Carnaval 2019 no Sambódromo, a Tradição da Zona Leste, do Mary Dota, vem para a avenida com o enredo "Carmen, bananas e balangandãs: uma notável no samba" e contará a trajetória da portuguesa que se radicou brasileira e ficou conhecida como a pequena notável. A agremiação da Zona Leste pretende levar para o Sambódromo 500 componentes em 12 alas e quatro carros.
 
Realeza
Antes dos blocos e escolas, como em todas as edições, a realeza passará pelo Sambódromo com seus representantes, às 19h15. "Como neste ano não houve a escolha do Rei e Rainha da terceira idade, os representantes do ano de 2018 desfilarão ao lado da realeza eleita neste ano", afirma Susana Nogueira Libório Godoy, diretora da Divisão de Ação Cultural da Secretaria Municipal de Cultura.
 
Confira a programação:
19h15 – Abertura – Cortejo do Rei Momo e Rainha do Carnaval 2019
19h30 – Dragões da Vila
20h20 – Ouro Verde 100% Arte
21h10 – Pérola Negra
22h00 – Esquadra da Indepa
22h50 – Pé de Varsa
23h40 – Acadêmicos da Cartola
00h50 – Coroa Imperial da Grande Cidade
02h00 – Tradição da Zona Leste
 
Apuração dos votos
Na quarta-feira (06/03), a partir das 15h, a Prefeitura de Bauru irá realizar a apuração dos votos das duas noites de desfile das escolas e blocos carnavalescos. O evento será coordenado pela Secretaria de Cultura e pela empresa contratada, AG Eventos.
 
A contagem dos votos ocorrerá no Auditório do Centro Cultural (Avenida Nações Unidas, 8-9). Será permitido que cada escola de samba credencie 3 representantes e cada bloco da categoria especial 2 representantes para acompanhar a apuração.
 
Cinco escolas e dez blocos da Categoria Especial estarão sob avaliação de uma Comissão Julgadora, indicados por profissionais da empresa licitada, AG Eventos. Os jurados, que possuem experiência para a avaliação dos quesitos, estão sendo remunerados pela primeira vez esse ano. Ao todo, são 18 jurados para escolas e 10 para blocos.
 
A cada quesito, 2 jurados serão os responsáveis pela nota, que vai de 7 a 10 pontos. Cada bloco deve ter 120 integrantes e cada escola, 300. Caso a quantidade mínima não seja atingida, a agremiação poderá ser desclassificada.
 
Antes do primeiro desfile, os jurados participarão de uma reunião na Secretaria de Cultura para orientações finais. Todos receberam, com antecedência, o Manual do Jurado com explicações importantes sobre cada quesito e como avaliá-lo. Importante destacar que como neste ano serão 2 jurados por quesito, e não 3 como nos anos anteriores, não haverá descarte da menor nota.
 
As notas são recolhidas logo após a passagem da última agremiação de cada noite, depositadas e lacradas em urna própria e guardadas pela Polícia Militar. No dia da apuração, a própria PM, juntamente com representante da Secretaria de Cultura irá transportar as urnas até o local da apuração, que serão abertas diante dos representantes das agremiações e funcionários da Secretaria de Cultura.
 
São 9 quesitos em julgamento para escolas: Bateria, Samba-Enredo, Harmonia, Evolução, Enredo, Alegorias e Adereços, Fantasias, Comissão de Frente e Mestre-Sala e Porta-Bandeira.
Para os blocos, são 5 quesitos avaliados: Bateria, Samba-Enredo, Evolução/Empolgação, Enredo e Fantasias/Alegorias e Adereços.

 

Últimas notícias