Bauru - 02/07/2019 - 15h50

Massa de ar frio vai derrubar a temperatura

Lorena Fagundes/Climatempo

Uma grande e forte massa de ar frio de origem polar avança sobre o Brasil durante a primeira semana de julho de 2019. Até o dia 8, o país deve sentir um resfriamento muito intenso, que ocorre poucas vezes durante um inverno. Muito provavelmente será a mais intensa de 2019 e talvez só tenhamos uma com esta força este ano.

O resfriamento começa a se espalhar pelo país nesta quarta-feira (03/07), atinge o Sudeste na quinta (04/07) e o pico desta onda de frio deve ser nos dias 5 e 6 de julho.

Temperaturas muito baixas e neve
O frio esperado tem potencial para provocar temperaturas negativas no Sul e próximas de 0°C no Sudeste e no Centro-Oeste. Mas o frio de 10°C poderá ser sentido na Bahia e em áreas do centro-norte de Goiás. O resfriamento esperado é muito intenso, mas além disso há fortes indicações de precipitações sólidas no Sul do Brasil. Isto significa que podem ocorrer não só a neve em flocos, mas outros fenômenos como chuva congelante, queda de pedrinhas de gelo e neve ao mesmo tempo.

Em Bauru, a partir de quinta-feira (04/07), temperaturas entram em acentuado declínio. De acordo com o Climatempo, a mínima prevista para quinta será de 14ºC, 10ºC na sexta e 4ºC no sábado e domingo. A máxima não deve passar 20ºC neste fim de semana.

Chuva, raio e vento
Antes do frio intenso chegar, vários estados brasileiros terão chuva, raios e até o risco de chuva forte. O acentuado choque térmico entre o ar muito quente que predomina no Brasil e a entrada desta massa de ar frio muito forte vai gerar também condições para fortes rajadas de vento.

No decorrer da primeira semana de julho tem previsão de chuva para todos os estados da Região Sul, todos os estados do Sudeste, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás, mas não se descarta a chance de chover até no Distrito Federal.
 

Últimas notícias