Bauru - 27/11/2019 - 09h40

Com descontos de até 70%, Black Friday terá comércio de madrugada

Redação/JCNet

A Black Friday completa seu décimo ano no Brasil e o comércio de Bauru irá comemorar a data de modo especial. As lojas da região central permanecerão abertas até as 22h na sexta-feira (29/11) e o Bauru Shopping funcionará durante a madrugada de quinta para sexta, em 36 horas ininterruptas. Em ambas as campanhas, os descontos poderão chegar a 70%.

No comércio central, a Black Friday começa, de modo antecipado, já nesta quarta-feira (27/11), mas a abertura em horário especial ocorrerá na sexta, quando os lojistas abrem suas portas das 9h às 22h. Segundo o consultor jurídico da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Elion Pontechelle Júnior, com o impulso extra da liberação do FGTS e da primeira parcela do 13.º salário, a expectativa é de vendas melhores na comparação com a campanha do ano passado.

"Os consumidores já estão se programando para aproveitar as promoções para fazer as compras de Natal. A Black Friday já se tornou tradicional no Brasil e as pessoas se preparam para este momento, em que os descontos são grandes", analisa.

Já o Bauru Shopping vai funcionar sem parar das 10h do dia 28 até as 22h do dia 29. As promoções da Black Week, contudo, serão mantidas até o dia 1 de dezembro.

De acordo com o empreendimento, várias lojas permanecerão abertas durante a madrugada, incluindo as famosas âncoras. Ao todo, 230 lojas irão oferecer descontos de até 70% em itens de vestuário, cosméticos, eletroeletrônicos, presentes, perfumaria e até na praça de alimentação.

"Serão dias de intenso movimento no Bauru Shopping. Nossa estimativa é de receber um público três vezes superior na comparação com uma sexta-feira comum. Além das oportunidades de compras, este volume é explicado pelo aumento na oferta de empregos na cidade neste ano, que eleva o poder aquisitivo da população", afirma Ivan Mouta, gerente geral do Bauru Shopping.

ATRAÇÕES CULTURAIS
No complexo de compras, a Black Week também contará com programação especial, que inclui shows musicais na noite do dia 28, na praça de alimentação. A banda Coldplay Cover se apresenta às 22h e o musical "Frozen - Aventura Congelante" anima a garotada às 20h.

Às 21h, haverá, ainda, show com a cantora Kátia Castilho, com o melhor do MPB e do sertanejo. A partir das 19h, o Papai Noel irá reger um show de luzes na praça de alimentação e às 19h10, tem apresentação do coral da Escola Guedes.

Outra vantagem da Black Week no Bauru Shopping é aumentar as chances de levar para casa a BMW X2 da promoção Natal Encantado, já que, de quinta-feira a domingo, as notas fiscais dão direito a cupons em triplo.

Já no Boulevard Shopping, Black Friday será nos dias 29 e 30 de novembro, de acordo com o calendário nacional. O empreendimento também funcionará em horário estendido nos dois dias: as lojas e praça de alimentação abrem das 10h às 23h, com descontos de até 70%. O empreendimento permitirá, contudo, que lojas âncoras e da praça de alimentação estendam seu expediente, se assim desejarem, na sexta, sábado e domingo.

Previsão
Pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) revela que o crescimento no faturamento esperado para esta Black Friday é de 9% em relação ao ano passado. O valor médio de gasto por compra deve ficar entre R$ 300,00 e R$ 500,00 durante o período e as principais categorias que devem impulsionar as vendas são as de eletroeletrônicos (77%), telefonia (71%), artigos de informática (68%) e eletroportáteis (66%).
 
'Os clientes estão mais atentos', diz especialista
Expressões como "Black Fraude" e "oferta pela metade do dobro" ficaram, por algum tempo, negativamente relacionadas à Black Friday. Porém, com a tradição consolidada na última década, os clientes passaram a ficar mais atentos aos descontos oferecidos e a pesquisar com antecedência para não cair em armadilhas.

De outro lado, as lojas ficaram submetidas a fiscalizações mais rigorosas e alertas à possibilidade de denúncias, que podem prejudicar suas marcas e ainda gerar multas elevadas. "Os institutos nacionais, como o Procon, têm identificado uma diminuição no registro de reclamações de práticas abusivas de empresas, principalmente em relação ao preço", acrescenta o advogado José Carlos Peres Júnior.

Segundo ele, para que as compras sejam seguras, algumas regras básicas devem ser seguidas. A pesquisa prévia, com semanas ou mais de um mês de antecedência, está entre as mais importantes.

"A pessoa pode fazer fotos ou printar telas destas propagandas para posterior comparação. Há alguns sites, inclusive, que fazem o rastreamento do histórico de preços dos produtos. Outra dica é consultar o www.consumidor.gov.br e o Procon, que disponibilizam listas de sites de compras que são confiáveis ou não", comenta.
 

Últimas notícias