Bauru - 09/12/2019 - 15h00

'Morte e Vida Severina' abre 1ª Semana de Direitos Humanos de Bauru


Hoje (09/12), começa a primeira Semana de Direitos Humanos de Bauru. A iniciativa é do Conselho Municipal de Direitos Humanos que, junto a vários parceiros, como o Observatório dos Direitos Humanos da Unesp, promoverá mais de uma centena de eventos na cidade.

Após a mesa de abertura do evento, a Companhia Estável de Dança apresenta, às 19h, no Teatro Municipal de Bauru, seu mais recente espetáculo, “Morte e Vida Severina”, que tem coreografia de Arilton Assunção.

“Morte e Vida Severina” utiliza os corpos como elemento para a narrativa da história, considerada ainda atual por refletir as dificuldades que atingem parte da população, levando ao público uma reflexão sobre a luta pela sobrevivência e o descaso público.

A obra original é um poema de versos curtos de autoria de João Cabral de Melo Neto, publicado em 1955 e considerado um dos mais expressivos textos do autor. O poema dramático relata a dura trajetória e o sofrimento enfrentado pelos retirantes nordestinos, representado pelo personagem Severino, que sai do sertão nordestino rumo ao litoral.

Sivaldo Camargo, diretor da Companhia Estável de Dança, entende que o texto de João Cabral, escrito em 1955 e inspiração para a coreografia, é muito atual:“não consigo ver diferença na luta retratada com os dias de hoje. Mais que nunca, os direitos humanos precisam ser reforçados. A coreografia de Morte e Vida Severina fala sobre isso. Ela reflete sobre direito à água, ao saneamento, à saúde, e à vida, e a essência dos direitos humanos é o direito à vida e, por isso, devemos reforçar isso sempre”.

As atividades da 1ª Semana Municipal de Direitos Humanos continuam na terça, com palestras, encontro de educadores e outras atividades. Confira a programação completa: semanadhbauru.com.

Serviço
Abertura oficial da Primeira Semana Bauruense de Direitos Humanos
Espetáculo “Morte e Vida Severina”, da Companhia Estável de Dança
9 de dezembro. 19h
Local: Teatro Municipal “Celina Lourdes Alves Neves”

Últimas notícias