Bauru - 10/02/2020 - 16h05

Câmara de Bauru abre CEIs para ETE e Cohab

Thiago Navarro - JCNet
 
A Câmara Municipal, em votação na sessão ordinária desta segunda-feira (10/02), decidiu pela abertura de duas Comissões Especiais de Inquérito (CEIs). A primeira CEI é para apuração de falhas na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Vargem Limpa. A outra será para investigar irregularidades na Companhia de Habitação Popular de Bauru (Cohab).
 
ETE
A CEI da ETE vai apurar falhas no projeto e construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Vargem Limpa. Foram 15 votos favoráveis e apenas um contrário – de Carlinhos do PS (PV). O presidente José Roberto Segalla (DEM) só votaria em caso de desempate. 
 
O pedido de CEI foi do vereador Edvaldo Minhano (Cidadania), apresentada na semana passada. Ao todo, 15 parlamentares assinaram a favor da CEI, e em plenário, a votação foi de 15 votos a favor e um contra. 
 
A comissão terá até três meses para concluir os trabalhos e será formada pelos vereadores Manoel Losila (PDT), Chiara Ranieri (DEM), Edvaldo Minhando (Cidadania), Coronel Meira (PSB) e Yasmim Nascimento (PSC). O presidente é o Manoel Losila e o relator Edvaldo Minhano.
 
Cohab
Os 17 vereadores assinaram a solicitação da CEI da Cohab, apresentada na semana passada, após junção de pedidos feitos por Natalino da Silva (PV) e José Roberto Segalla (DEM). Em plenário, o pedido teve 16 votos favoráveis e nenhum contrário – assim como na situação anterior, o presidente José Roberto Segalla votaria apenas em caso de desempate.
 
Serão analisados quatro pontos. O primeiro é sobre a falta de pagamento do seguro habitacional entre 1998 e 2010. O segundo é a respeito do recebimento e eventuais desvios da verba destinada ao seguro habitacional entre 2007 e 2014. Depois, possíveis desvios do valor do FGTS de 2014 a 2019. O último são os acordos extrajudiciais da companhia com quatro construtoras. 
 
A CEI também terá três meses para concluir os trabalhos, e será formada pelos vereadores Markinho Souza (PP), Natalino da Silva (PV), Sandro Bussola (PDT), Edvaldo Minhano (Cidadania) e Pastor Luiz Barbosa (PRB). O presidente é o Natalino da Silva e o relator Markinho Souza.
Últimas notícias