Cultura - 25/02/2019 - 10h15

Oscar 2019 bate recorde com maior número de prêmios para profissionais negros e para mulheres

Cerimônia do Oscar consagrou 'Green Book: O Guia', 'Roma' e 'Bohemian Rhapsody' neste domingo (24), em Los Angeles
G1

A cerimônia do Oscar consagrou "Green Book: O Guia", "Roma" e "Bohemian Rhapsody" neste domingo (24), em Los Angeles.

Mas a noite foi importante pelo recorde de maior número de prêmios para profissionais negros (7 estatuetas) e para mulheres (15) em toda história da premiação.

Em 2016, cinco negros levaram o Oscar. As melhores marcas anteriores das mulheres eram de 2007 e 2015, com 12 estatuetas em cada ano.

Veja responsáveis pelo recorde dos negros:

Regina King (Atriz Coadjuvante, "Se a rua Beale falasse")

Mahershala Ali (Ator Coadjuvante, "Green Book: O Guia")

Spike Lee (Roteiro adaptado, "Infiltrado na Klan")

Kevin Willmott (Roteiro adaptado, "Infiltrado na Klan")

Hannah Beachler (Direção de arte, "Pantera Negra")

Ruth Carter (Figurino, "Pantera Negra")

Peter Ramsey (Animação, "Homem-Aranha no Aranhaverso")

Veja responsáveis pelo recorde das mulheres:

Ruth Carter, figurino por “Pantera Negra”

Elizabeth Chai Vasarhelyi e Shannon Dill, documentário por “Free Solo”

Rayka Zehtabchi e Melissa Berton, documentário curta-metragem por "Absorvendo Tabu"

Kate Biscoe e Patricia DeHaney, maquiagem por “Vice”

Hannah Beachler, direção de arte por "Pantera Negra")

Domee Shi eBecky Neiman-Cobb, curta de animação por "Bao"

Jaime Ray Newman, curta por “Skin”

Nina Hartstone, edição de som por “Bohemian Rhapsody”

Lady Gaga, canção original por “Shallow” de "Nasce uma estrela"

Últimas notícias