Geral - 22/11/2018 - 15h35

Preso afirma ter sido torturado ouvindo músicas de Maluma por uma semana

Redação/Vagalume

 

 

Um dos nomes mais populares da música latina no momento, o colombiano Maluma virou tema de notícia na seção policial. Explica-se: o jornal argentino Clarín publicou que o mexicano Gilberto Aguirre Garza, preso na cidade de Veracruz, acusou as autoridades de torturá-lo ao som do astro do reggaeton, por sete dias seguidos.

O preso foi alvo da tática "Maluma em alto volume" para que desse informações sobre crimes cometidos. Antigo fiscal da cidade mexicana de Xalapa, ele está cumprindo pena por "desaparecimentos forçados", com possível envolvimento de outras pessoas.

De acordo com Gilberto, outros presos tiveram que passar pelo mesmo tipo de "tormento". O criminoso era exposto à música de Maluma e Bad Bunny, no volume máximo.

Para se proteger, o preso usava um travesseiro , improvisado com cobertor e calça jeans. Entretanto, o barulho da música o impedia de dormir.

As acusações de Gilberto Aguirre Garza foram feitas através de um advogado. Até o momento, segundo o jornal argentino, Maluma não se pronunciou sobre o assunto.

Últimas notícias