Geral - 09/05/2019 - 14h45

Temer se entrega à Justiça após nova ordem de prisão

Redação

O ex-presidente Michel Temer (MDB) deixou sua casa, no Alto de Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo, às 14h45 desta quinta-feira para se apresentar à Justiça. Ele chegou à sede da Polícia Federal em São Paulo por volta das 14h55. Lá, deve aguardar a definição sobre o local onde deve ficar preso.

Na noite de quarta, Temer havia prometido se entregar voluntariamente, mas estava esperando a expedição do mandado de prisão. À tarde, a Justiça deu prazo para que ele se entregasse até às 17h. A prisão do ex-presidente era esperada desde às 7h.

Prisão em SP
Os advogados de Temer pediram à 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, responsável por expedir o mandado de prisão, que o emedebista possa ficar preso em São Paulo, e não no Rio de Janeiro . Em março, quando foi preso pela primeira vez, o destino dele foi a sede da Polícia Federal localizada na capital fluminense. A juíza substituta Caroline Figueiredo analisa o pedido, submetido por ela ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2).

Neste processo, Temer e outras sete pessoas são investigados por desvio de dinheiro público nas obras da Usina Angra 3, no Rio. Ele chegou a ser preso pela Polícia Federal (PF) no meio da rua em 21 de março. Foi solto quatro dias depois por conseguir um habeas corpus.

A medida foi revogada nesta quarta-feira pela Primeira Turma do TRF-2. Também deve voltar para a prisão o coronel João Baptista Lima, amigo de Temer. Os outros seis investigados, entre eles o ex-ministro Moreira Franco, tiveram o habeas corpus mantido.

Últimas notícias