Geral - 07/06/2019 - 14h00

Astro do rock nacional, cantor Serguei morre aos 85 anos

Redação/rollingstone


Após um mês internado por desidratação e pneumonia, o roqueiro Serguei faleceu hoje (07/06), aos 85 anos. O músico estava em hospital em Volta Redonda (RJ) e sofria de Alzheimer.

Nascido em 1933, Sérgio Augusto Bustamante, ganhou o apelido de Serguei de um amigo russo que assim o chamava ainda na infância. Anos depois, foi morar em Nova York com a avó, antes de voltar para o Brasil e trabalhar em cargos como comissário de bordo.

De volta aos Estados Unidos, embarcou na aventura de se introduzir no mundo da música. Compareceu ao lendário festival Woodstock original, em 1969, ano em que dizia ter conhecido e ficado amigo de Janis Joplin.

Serguei retornou para seu país de origem e, depois de comprar uma casa em Saquarema, no Rio de Janeiro, criou o Museu do Rock, administrado por ele mesmo, que tinha em exposição intens históricos como peças de roupas, discos, prêmios, cartazes, filmes e muitas outras recordações de sua trajetória musical.

Com 11 discos lançados, shows no Rock in Rio 1991 e 2011, e o legado da banda Pandemonium, conquistou a fama de "o roqueiro mais antigo do Brasil" e "o divino do rock".

Últimas notícias