Geral - 18/06/2019 - 16h35

Foto mostra degelo dramático na Gronelândia

Redação/G1/ZH

Uma equipe de meteorologistas tirou uma foto que evidencia o derretimento das camadas de gelo no noroeste da Groenlândia.

O cientista Steffen Olsen capturou, no dia 13 de junho, a imagem dos cães que puxam o trenó com as pernas submersas na água.

A água fica retida acima da camada de gelo, que não tem fraturas, afirmou ao jornal "The Guardian" a cientista Ruth Mottram, do Instituto Meteorológico Dinamarquês.

O derretimento de parte do gelo dessa região da Groenlândia costuma acontecer no meio do verão, em julho, mas neste ano foi mais cedo, na primeira quinzena de junho. Não se pode afirmar, no entanto, qual o papel do aquecimento global nesse caso, de acordo com Mottram.

Segundo o Centro Nacional de Dados sobre Neve e Gelo dos Estados Unidos, a Groenlândia passa por uma primavera de derretimento muito fora do usual. Na quinta-feira passada, teria ocorrido a perda de 2 bilhões de toneladas de gelo.

A equipe dinamarquesa está em uma expedição para buscar equipamentos. Na região, a melhor forma de transporte são os trenós puxados por cães. Na semana anterior à foto, no entanto, houve um aquecimento incomum. Chegou a fazer 17,3ºC, o que é uma temperatura elevada para o norte da Groenlândia até mesmo no verão. Olsen registrou que a foto foi feita em um dia "incomum" e que tem um significado "mais simbólico do que científico".

Últimas notícias