Tecnologia - 03/07/2014 - 16h55

Polícia ganha laboratório para apuração de crimes eletrônicos

Redação/ Assessoria

O Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIPOL) ganhou o Laboratório de Análise de Crimes Eletrônicos (LAB-E), um novo serviço para auxiliar as investigações de delitos envolvendo provas em meios eletrônicos.

O laboratório analisará vídeos e fotos para ajudar na identificação de possíveis autores, além de processar dados e registros. Os policiais poderão apurar informações de celulares, tablets, smartphones, GPS, discos rígidos, pendrives e cartões de memória.

O apoio oferecido pelo LAB-E também será com roteiros e procedimentos necessários em casos de crimes eletrônicos. O laboratório, por exemplo, poderá ser requisitado para auxiliar a elaboração de pareceres para inquéritos policiais.

O LAB-E também poderá ajudar outros órgãos, como a Polícia Técnico-Científica, ou mesmo instituições de outros Estados. O novo serviço foi criado por meio de uma portaria do DIPOL, publicada no último dia 21 no Diário Oficial do Estado e já está em funcionamento.

Últimas notícias